terça-feira, 12 de janeiro de 2016

É esta a vida que queres?

Perguntas tu quando a tua filha te diz pela manhã que não quer ter filhos. É esta a pergunta que te acompanha quando a deixas na escola e percorres os quase 50 km que te separam do teu local de trabalho, sabendo que só vais regressar a casa ao final do dia. É esta a pergunta que te corrói quando a explicação que ela te dá é que não deseja ter filhos, porque as mães ralham muito e ela não gosta de se chatear com ninguém...É esta a pergunta que te faz pensar que ser mãe sozinha te faz, no correr dos dias ,ter pouco mais a oferecer do que rotinas, regras e cansaço. Só tu sabes que querias brincar, rir, esquecer o jantar, os banhos, os horários da escola e do trabalho, os TPC, mas não vives a vida que queres, apenas a possível. E esperas que eles um dia entendam que era porque estavas lá com eles e para eles que ralhavas. ..

17 comentários:

  1. O amor está sempre lá! Seja qual for o momento manifestando-se nas diferentes formas em que eles precisam de nós; mas somos humanas, temos quebras e momentos de dúvida em que dúvidamos estar a fazer um bom trabalho, mas depois vem aquele abraço, aquele olhar em que nem palavras são precisas e sentimo-nos de novo compensadas de tudo e prontas a recomeçar:) Tenho a certeza que também com a tua menina foi só um momento, um desabafo passageiro, que vai passar! Vais ver!

    Jinhooooooossss Maria;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tão verdade!!! Foi mesmo um momento, eu sei, mas quando estás dominada pelo cansaço é mais difícil desvalorizar a situação!Já passou ;-)

      Beijinho!!!!!

      Eliminar
  2. Quantos anos é que ela tem Maria? A minha tem 13 e também diz (já há algum tempo) que não quer ter filhos. Acho que as miúdas a uma determinada altura pensam sempre isso. Já se apercebem que ser mulher não é fácil, mas podes ter a certeza absoluta que sabem o quanto os amamos. E que até podem ter só 15 minutinhos por dia de tempo de qualidade connosco, mas apreciam mais esses 15 minutinhos do que se tivessem uma tarde inteira. Beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tem 7, quase 8.Essa também uma perspetiva, sabes,perceberam que a nossa vida é uma corrida e não temos tempo para nada...15 minutos para ela não é nada, sabes lá. Diz que eu até brinco, mas muito pouco :-P

      Beijinho!

      Eliminar
  3. Ui... A minha filha também já me falou nisso, assim por alto! Mas ultimamente é ela que me diz:" é esta a vida que querem???" principalmente quando ralhamos, discutimos ou tentamos pôr as coisas em ordem...nos tais 15 mn que aqui falaram... E como lidamos com isto? Fazendo o melhor que sabemos...e esperando que um dia eles compreendam...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo isso! Fazer o melhor que sabemos! :-)

      Eliminar
  4. E um dia eles entendem! Não sou mãe, mas sou filha (filha única) e cheguei a dizer o mesmo à minha mãe, também disse que nunca queria ter só um filho, depois quase a matei de susto quando disse que queria ter uma equipa de futebol para não berrar sempre com o mesmo ... são apenas desabafos do momento. Na realidade, eles percebem e se não dão valor na altura ao "puxão de orelhas", dão mais tarde.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vou guardar as tuas palavras, Nina, pois são um consolo.Quero mesmo acreditar que vai ser assim! Obrigada! :-)

      Eliminar
  5. Estás melhor? Daqui até lá ainda mudam de ideias, isso são coisas próprias de miúdos. Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estou desgraçada. rapariga! Cá em casa é só medicamentos para a gripe, vitamina C e isto não há meio de passar!! Oh, raio de gripe! Mas eu não quebro que sou uma mulher rija!!
      Obrigada!:-)

      Eliminar
  6. Relativamente à questão de seres mãe sózinha, eu sou mãe acompanhada e mesmo assim também não tenho tempo para nada... e muitas vezes também fico com a sensação de que ao fim do dia não fiz mais nada senão ralhar... tempo para brincar? Quando? Consegue-se um tempinho para uns miminhos entre uma coisa e outra e sabe Deus! Isto para te dizer que não penses que as outras fazem melhor do que tu!
    Mas tenho a certeza que os filhos de mães sozinhas, no futuro (claro que tens que esperar que cresçam...) dão-lhes AINDA MAIS valor! (porque elas merecem)

    ResponderEliminar
  7. Custa ouvir, mas um dia eles vão compreender porque também eles vão ter a mesma falta de tempo e a tarefa de educar os seus próprios filhos. Beijinho :)

    ResponderEliminar
  8. Eu disse tanta coisinha má a minha mãe...apesar de os meus pais estarem juntos era a minha mãe que nos ralhava e como ela nos ralhava... quando era adolescente só queria crescer rapidamente e sair de casa. Fi-lo mas amo a minha mãe com todo o meu coração e é nela que confio e a que me aconselha até hoje. Beijinhos e lembra-te uma boa mãe prepara os filhos para a vida. ;)

    ResponderEliminar
  9. Penso que ela vai entender, sim, e consigo lembrar-me de ter pensado algo assim quando era criança, como logo a seguir podia pensar que queria ter filhos e netos.

    ResponderEliminar
  10. Penso que ela vai entender, sim, e consigo lembrar-me de ter pensado algo assim quando era criança, como logo a seguir podia pensar que queria ter filhos e netos.

    ResponderEliminar
  11. Não te preocupes, isso passa-lhe!
    O que a mim me preocupa mesmo é que daqui por uns tempos eles saem de casa para seguirem a vida deles e o tempo que passámos com eles foi a ralhar, foi muito mal aproveitado. Quando eles forem, vamos ter pena de não ter brincado mais, de não ter feto mais palhaçadas e de o papel de mãe ter sido tão vincado que não nos permitiu sorrir mais...
    Mas é mesmo assim, eu faço o mesmo todos os dias, é uma canseira:
    Espreita aqui: http://alimonadadavida.blogspot.pt/2015/09/e-todos-os-dias-canseira.html

    ResponderEliminar