quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Olhar 2015, preparar 2016

Final de ano, tempo de equilibrar os planos que fizemos para 2015 com o que conseguimos efetivamente concretizar.
2015 fica marcado pela minha entrada nos 40 e uma das resoluções que tomei há um ano atrás, entre a contagem decrescente para a meia noite feita pelo vocalista de uma banda qualquer que animava o local onde me encontrava e as passas, foi que queria entrar nessa idade no meu melhor. Se calhar eu não expliquei à vida que o meu desejo nessa altura estava centrado numa mudança meramente física e a vida não percebeu. Mas ainda bem, pois ao longo do ano ganhei a consciência do quanto o tempo que ela nos dá é uma viagem de TGV. De repente, 40. Mais de metade já passou. Aprendi a aceitar a minha condição e a aceitar-me. A ser grata simplesmente porque posso fazer tudo o que a minha rotina me exige de forma autónoma, porque tenho saúde. Grata pelos filhos maravilhosos, pelas pessoas que me cercam, me abraçam, me mimam. Grata por ter um trabalho.Grata por tanto e por perceber que, afinal, é tão pouco o que me falta. Entrei assim, de facto, no meu melhor nos 40, é verdade. Mais serena, mais feliz, mais autoconfiante,mais consciente do que realmente importa. Ficou por tratar o que está por fora, a casca que me envolve. Mas os 40 vão cá estar até meio do ano e depois virão os 41, espero.Tenho tempo. E pouco a pedir à vida em 2016, para além de que me deixe manter o que tenho e me deixe viver, que eu gosto tanto! O mais que me faz falta se vier é bónus.


11 comentários:

  1. Quando descobrimos o que é fundamental, tudo o resto deixa de nos afetar em grande escala.
    Espero que tenhas um 2016 maravilhoso!

    r: Também acredito na lei do retorno*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Completamente verdade, Andreia! Excelente ano para ti também!

      Eliminar
  2. Eu também entrei nos 40 (há dois anos) com muita serenidade. Gosto da idade que tenho e vivo bem com ela.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E isso é tão bom, Maria! Serenidade, para mim, é uma palavra mágica!!

      Eliminar
  3. Somos da mesma casta, eu também entrei nos 40 este ano :) e também gosto de parar um pouco e sentir-me grata por o que tenho. Beijo

    ResponderEliminar
  4. Feliz 2016!
    Beijinhos.

    www.trapinhartes.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Feliz 2016 também! Tudo de bom!
      Obrigada pela visita!

      Eliminar
  5. A passar por cá para desejar um Feliz Ano Novo!

    Isabel Sá
    http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderEliminar